Plataforma Nuvem

Aplicativos baseados na Internet

Cloud não é servidor: é serviço

leave a comment »

Na X Conferência Anual de Tecnologias Empresariais promovida pelo Gartner, Gene Phifer, VP Distinguished Analyst na Gartner Research, falou sobre “Cenário do Gartner para a Computação na Nuvem: Separando a Propaganda Enganosa da Realidade”.

gartner_summits

Ele usou a expressão “cloud-washing”, referindo-se à lavagem cerebral, para descrever a estratégia de marketing de fornecedores que vendem tecnologias antigas com o rótulo “nuvem”. Ele lembrou que o Gartner considera computação em nuvem um modelo de computação baseada em serviços, escalável e elástica, compartilhando um conjunto de recursos para obter economia de escala, bilhetada pelo uso, baseada em tecnologias da Internet.

As principais vantagens deste modelo são em primeiro lugar a agilidade para utilizar mais recursos de computação quando necessário, o que é chamado de “cloud bursting”, e em segundo lugar economia de custos, permitindo dimensionar a capacidade pela média de uso, em vez de provisionar pelo pico máximo.

Como disse Gene Phifer, nuvem não é servidor, é serviço.

Se uma oferta não é baseada em um pool de recursos compartilhados, consumido como serviços, em que o cliente pode aumentar ou diminuir o nível de uso conforme a demanda, pagando pelo uso, não é cloud, é cloud-washing.

gato_por_lebre

Written by Fernando Correia

16/ago/2011 às 22:02

Publicado em Geral

Tagged with ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s